Vantagens e Metodologias da Organização do Trabalho

Vantagens e Metodologias da Organização do Trabalho
27 Março, 2019 Ahptus
In Gestão

“Actualmente, a renovação organizacional está na ordem do dia, porque é entendida como um dos meios essenciais para a sobrevivência e melhoria da competitividade das empresas no contexto de concorrência intensificada da economia global.” (Kovács, 2006)

Organização do trabalho vai muito para além de manter o local de trabalho asseado e todos os documentos devidamente arquivados e identificados.

Estas tarefas são obviamente importantes no sentido de criar um espaço comum agradável a todos os elementos da equipa. Permite ainda que qualquer material de trabalho esteja acessível a todos.

Porém, a Organização de que falamos ultrapassa estas ações triviais do quotidiano de uma empresa. É uma ferramenta que, devidamente trabalhada, poderá levar a um crescimento considerável do desempenho e dos resultados do seu projeto.

Organização do trabalho: algumas vantagens

O que fazer e quando fazer

Esta ferramenta permite incutir nas equipas a necessidade de definir as tarefas que são necessárias realizar e em que tempos devem estar concluídas. Esta organização leva a uma consequente priorização dessas mesmas tarefas e a um melhor aproveitamento do horário de trabalho.

Mais qualidade e mais tempo para inovar

Com uma organização e priorização mais assertiva das tarefas, estas serão, à partida, realizadas com maior qualidade. Para além disso, uma gestão mais optimizada do tempo poderá permitir criar mais espaço para a criatividade e inovação no trabalho ou para outras tarefas que sejam importantes para o crescimento da empresa.

Redução de desperdícios e custos

Todos os passos supracitados vão permitir um menor desperdício de tempo de cada colaborador, sendo todas as tarefas cronometradas. Daqui resulta também uma maior eficiência o que leva a uma consequente redução de custos, uma vez que todos são mais assertivos no seu trabalho.

Clientes satisfeitos

Como vimos, uma boa organização interna do trabalho reflecte-se na execução das tarefas. Neste seguimento, reflecte-se também no grau de satisfação dos clientes. Tudo é realizado mais atempadamente e com maior atenção, havendo também um maior cumprimento de prazos e exigências.

 “As pressões da concorrência intensificada em mercados globais e a actuação de agentes e canais de divulgação da inovação organizacional levam à prevalência de práticas de trabalho enraizadas na perspectiva centrada na eficiência e ao recuo das experiências centradas no factor humano. A hegemonia e a liberalização dos mercados financeiros, a intensificação da circulação dos capitais financeiros graças às tecnologias de informação e comunicação multiplica os comportamentos especulativos. Nestas condições, os investimentos produtivos a longo prazo perdem a favor da rendibilidade dos capitais a curto prazo. “ (Kovács, 2006)

As nossas metodologias

Na Ahpus, promovemos a melhoria do desempenho e organização das empresas atuando no mapeamento do fluxo de informação e da cadeia de valor dos processos corporativos.

Identificamos requisitos não atendidos e a existência de desperdícios operacionais, gerando oportunidades de melhorias que, por sua vez, são refletidas na implementação de novos processos, controlo e métricas de desempenho.

Para isto utilizamos duas metodologias.

Metodologia Lean

A abordagem de cada projeto adapta-se ao cliente, mas seguindo sempre uma orientação base: analisar o Gemba (o local de trabalho), realçando o que traz Valor para a organização e identificando e eliminando os desperdícios.

Metodologia Kaizen

Kaizen significa “mudar para melhor”, ou seja “melhoria contínua”. A estratégia Kaizen é focada em esforços continuados na busca de melhorias, envolvendo trabalho em equipes onde participam pessoas de toda a organização – desde a alta gerência até operadores, sem distinção.

O Kaizen permite que os programas de melhoria sejam implementados pelos próprios funcionários, atuando em equipe, sem investimentos e de forma simples e rápida.

Saiba mais sobre a consultoria de apoio à Organização do trabalho e suas metodologias.

Bibliografia

Kovács, Ilona. (2006). Novas Formas de Organização do Trabalho e Autonomia no Trabalho. Sociologia, Problemas e Práticas, (52), 41-65. Recuperado em 26 de março de 2019, de http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0873-65292006000300003&lng=pt&tlng=.

Comments (0)

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*